terça-feira, 31 de maio de 2011

Quando a vida traz um problema


Quando a vida traz um problema

Quando a vida nos traz um problema recorrente, ou seja, que se repete com freqüência, é porque temos algo a aprender com essa situação.

Às vezes há uma característica em nosso jeito de ser, ou um padrão de pensamento que teima em nortear nossas ações, mas que já deveriam ter sido abandonados por nós. Já não combinam com o nosso momento atual. Sabemos fazer melhor.

Assim, a vida começa a cobrar a mudança de atitude dentro do que já compreendemos e sabemos ser mais funcional e adequado. E ela faz essa cobrança através de problemas, situações que exijam nosso posicionamento.

Se absorvermos o ensinamento e modificamos nosso pensar e agir, o problema se vai, e não volta mais. Pelo menos não esse tipo de problema.

Entretanto se teimamos em agir igual antes, não compreendendo que devemos expandir nossa visão sobre essa situação e não absorvemos as lições que a vida nos aplica. Então, por mais que momentaneamente solucionemos o problema, ele voltará.

Às vezes igualzinho, outras vezes remodelado, mas com as mesmas características. Sempre com o intuito de nos fazer aprender e crescer com a dificuldade.

Desta forma, se há algum aspecto de sua vida que está sempre em dificuldade, que mesmo com toda sua dedicação não anda, não se resolve, é porque você já sabe fazer melhor, ou fazer diferente.

Observe seu modo de agir nesse aspecto de sua vida. Reaja diferente da próxima vez que surgir um contratempo. Procure quebrar paradigmas, padrões de pensamento, ou seja, mude seu jeito de pensar sobre esse assunto.

Muitas vezes, nossas idéias estão ultrapassadas, e nós não notamos, simplesmente porque não questionamos seu por quê. Ou porque, foi nos ensinado que isso é o correto, mas correto aos olhos de quem, e em que época. Tudo na vida muda. As idéias, as pessoas, os comportamentos.

É imprescindível acompanharmos a mudança dos tempos.

E caso um problema se repita com freqüência, pergunte-se: O que eu tenho que aprender com ele? Sinta a resposta... a vida sempre responde.

E mude, pois assim com certeza seus caminhos se abrirão. Pelo menos até a próxima lição, neste ou em outro aspecto de sua vida.

Afinal a Vida é uma Escola em tempo Integral.


Marco Aurelio Rocha

recebi de minha amiga Andréia do orkut

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Um convite aos amigos



Queridos amigos

O Oriental Fotos Flores está participando do top blog 2011
Convido a todos os amigos que também estão participando  para deixar o link dos seus blogs aqui
Assim poderemos visitar e votar o meu é

Conto com seu voto

canteiros de flores

Antes de comprar uma planta verifique se ela é adequada para o ponto especifico que você tem em mente. Conheça as diferentes condições de crescimento e considere como a planta ficará com, as outras que estão ao seu redor.

Comprar boas plantas
Quando comprar evite comprar durante ou logo após um período muito frio. Adie a compra até a primavera , quando pela folhagem , pode-se perceber a saúde da planta. 

Substrato limpo
Selecione plantas com substrato livre de ervas daninhas, algas, limo e musgos. Esses são indicio de que a planta pode estar há muito tempo dentro do vaso.

Plantas danificadas 
Evite plantas murchas e com folhas manchadas. Sem nutrientes ou com água de menos ou em demasia, uma planta pode estar irremediavelmente prejudicada.

Fragrância 
Procure incluir plantas escolhidas especialmente por suas flores perfumadas. 

Escolha de plantas para um local especifico

Canteiro estreito
Se o canteiro for adjacente a uma parede ou cerca, escolha plantas que tolerem sombra seca. Se o canteiro próximo a um caminho, evite plantas com espinhos ou flores espinhosas.

Canteiro isolado
Se o canteiro for largo escolha plantas que exijam pouca manutenção para áreas centrais onde o acesso é difícil. Se o canteiro estiver no meio de um gramado, escolha plantas que não caiam sobre a grama. 

Texto de Pippa Greenwood
Fotos Rose Nakamura








quarta-feira, 11 de maio de 2011

Pérgulas



Faça uma linda pérgula em seu jardim

Uma pérgula proporciona altura  e variedade ao jardim, podendo servir como atraente área para plantio vertical. Ao mesmo tempo será uma divisória criativa que poderá, também esconder áreas de serviços. superfícies danificadas e visita desagradáveis

Plantando trepadeiras 


Cubra a pérgula com uma densa plantação de folhagens e flores. As trepadeiras poderão demorar vários anos para crescer  mas, com tratamento adequado, valerá a pena esperar.

Como ter uma pérgula

Comprar - Ao comprar uma pérgula verifique se tem resistência para aguentar o peso das trepadeiras do seu projeto.
Construir - Pra construir uma pérgula , utilize madeira tratada. Melhore a aparência da estrutura já pronta, aplicando uma camada de verniz colorido para madeira e não tóxico a fim de não prejudicar as plantas.
Reformar- Ao replantar uma pérgula velha, substitua a madeira quebrada ou podre e pinte a estrutura de cor difrente
Texto de Pippa Greenwood


Minhas sugestões

Glixiania - Fuji













Ipoméia- Asagao

Visite- Mira Fotos

Seguidores

Faça parte deste jardim