sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Adorável companheiro

Rui - visitando
campo das flores Cosmos

No próximo dia dez de janeiro de 2011completaremos dezenove anos de casados- Rose e Rui Nakamura 
Convivendo com muita amizade , confiança e cumplicidade. Um mês de namoro e dezenove anos de união. O respeito, amizade  e principalmente a cumplicidade sempre caminharam juntos no nosso relacionamento.
Só tenho a lhe agradecer a companhia e sua admiração por mim. O seu jeito amável e inteligente de ser. E principalmente por me ensinar a viver cada vez melhor.
É maravilhoso recordar o pôr do sol de cada final de tarde  que já vimos, todas as estrelas que apontamos. Muitas emoções  que acontecem quase todos os dias em nossas vidas e quantas vezes brindamos o nosso eterno namoro.
Eu tenho  guardado em meu coração todos  os momentos inesquecíveis que você me conduziu pelas mãos - na minha  festa de formatura em Jornalismo - no nascimento do nosso filho. Para enxugar minhas lágrimas quando faleceu meu pai lá no Brasil e eu aqui no Japão. Quando você me deu  parabéns quando terminei meu livro e com muita alegria  fiz uma dedicatória para você e nosso filho meus companheiros de caminhada.

 A paz de um amor



Poderia tecer aqui inúmeros momentos tristes da nossa vida, dizer que tudo é muito difícil, porém não nasci para ser guerreira, nasci para viver feliz sem exaltação, sem disputa, fazendo apenas o que me dá paz e prazer. Sou muito centrada em mim mesma, pois entendo que para poder amar é preciso  ver o melhor de cada pessoa que passa em nossa vida. Vivo longe de selvas, porém recebendo as bênçãos da natureza  e sendo uma eterna aprendiz olhando  a vida com suavidade. Procuro harmonia em tudo inclusive num relacionamento tão duradouro.
Continuamos  sentindo  o brilho em nosso olhar como foi na  primeira vez em que nos  encontramos. Você diz amar meu sorriso e minha independência e eu  respondo  que amo sua companhia e seu jeito de me mostrar o melhor da vida.

É preciso saber viver





em Sorocaba
quando fui
buscar nosso  filho
Com você  quero  continuar a viver  as coisas mais lindas desta vida e sei que momentos belíssimos virão, pois sabemos transformar os momentos mais simples em mágicos. Quando deixei o Brasil para vir para o Japão sabia o que estava fazendo e também que eu era uma fortaleza, porém cheia de ternura,  pois já tinha passado por outra situação parecida quando deixei minha querida Sorocaba para morar em outro Estado, foi difícil a adaptação longe dos  meus pais que ainda eram vivos e a saudade doia muito. Passei por cirurgias por suspeita de câncer nos seios. Depois  um assalto assustador e por ultimo uma decepção no ambiente de trabalho. Eu me dediquei muito trabalhando numa rádio e até hoje não vi meu pagamento, mas valeu como experiência conheci pessoas e artistas maravilhosos. Eu não tenho ídolos, claro que tenho alguns cantores que gosto e me faz bem ouvir.  Tratava todos com muita naturalidade e o que eu mais gostava era visitar galerias de artes pela cidade de João Pessoa. Depois das pequenas decepções confiei em mim e passei ajudar meu marido no seu trabalho viajando e admirando as flores fui ganhando mudinhas e  fiz o jardim mais lindo de minha vida, pois nosso quintal era enorme. Decidimos que era hora de ter nosso filhinho. O medo de ficar sozinha passou perto, porém Deus colocou anjos para me fazer companhia. E quando o Rui viajava para o sertão do nordeste fazendo seu trabalho que na época era na área de estatística, minhas vizinhas faziam companhias. Depois de dois anos me adaptei a cidade linda que é João Pessoa e o povo alegre. Adorava a comida da região e os sucos naturais. Numa pequena cidade do interior  fiz o meu jornal de turismo, fotografei praias lindas. De tantas dificuldades enfrentadas,  aprendi muito melhorei cresci e evolui.
Agora  estou aqui no Japão foi difícil a adaptação num país que não era o meu, mas com toda calma  e sabedoria estou conseguindo fazer minha passagem por aqui tornar-se inesquecível. Minhas amigas brasileiras estranham meu comportamento   pois estou me tornando cada vez mais japonesa rsrs. Adoro as batidas de taiko - tambores japoneses, faço meu roteiro pelos restaurantes japoneses todos os domingos. Sou apaixonadas por onsens. Não perco matsuris- festas japonesas. Amo o Japão pela limpeza das ruas, pelo tratamento aos idosos, crianças e animais. Passo algumas tardes em bibliotecas pesquisando sobre determinados assuntos, exemplos maquiagens e flores que adoro, para quem não sabe sou extremamente vaidosa. Algumas pessoas me perguntam como faço com tantos livros em idiomas japoneses. Ora dicionário e chamando a assistente da biblioteca que já me conhece e procura me entender. 
Tanto que o meu atual  livro é mesclado de dificuldades mas também com relatos de muitas belezas. Eu me envolvo nas tradições nas festividades e o meu domínio no idioma japonês  está evoluindo naturalmente, pois tenho que conversar com meus vizinhos japoneses para entender as regras do condomínio, saber do desenvolvimento do meu filho na escola japonesa. Entender dos treinos nas aulas de karatê do Shinji, pois faço pequenas filmagens em quase todos os treinamentos de kata e luta para depois ver aonde estão ocorrendo as falhas para juntos melhorar o desenvolvimento do Shinji e tenho que trocar idéias com o professor, para mim um grande desafio conversar em idioma japonês palavras que não é do cotidiano como o esporte, mas estou conseguindo.
e que nossos
momentos
lindos!!!
Nas minhas férias viajei muito e  não era todo momento que meu marido  estava ao lado, pois em vários momentos ele ficava curtindo nosso filhinho e eu  e como não sou o tipo de mulher que gosta de vigiar, pois prezo minha liberdade vou visitando as cidadezinhas visitando lojinhas, hotéis, onsens, entrando em centros de informações para conseguir dados para meu futuro livro de fotos, pois fotografei muito e fiquei imensamente feliz  em conseguir me comunicar e ter sido tão bem atendida. E assim a vida segue. Felicidade, confiança, amor e principalmente companheirismo. 


Rose Nakamura

 Outras homenagens que fiz ao meu marido
Dezoito anos de casamento
                                  Meu jardim em festa









0 comentários:

Postar um comentário

Não estamos aceitando comentários anônimos

Visite- Mira Fotos

Seguidores

Faça parte deste jardim