segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Das pedras





Das pedras



Ajuntei todas as pedras

que vieram sobre mim.

Levantei uma escada muito alta

e no alto subi.

Teci um tapete floreado

e no sonho me perdi.



Uma estrada,

um leito,

uma casa,

um companheiro.

Tudo de pedra.



Entre pedras

cresceu a minha poesia.

Minha vida...

Quebrando pedras

e plantando flores.



Entre pedras que me esmagavam

levantei a pedra rude

dos meus versos.



Cora Coralina

9 comentários:

  1. Lindo post!
    Sou fã incondicional da Cora ;))

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema, Rose!
    As pedrinhas eu já conhecia dum outro post teu, mas são uma gracinha!

    Beijos
    Luísa

    ResponderExcluir
  3. Querida, tem selo/meme em meu blog para você!! Beijão!
    Prêmio dardos para as amigas do diHITT

    Linda semaninha!!

    ResponderExcluir
  4. Lindo post amiga Rose.
    Gostei do poema e das pedrinhas... :-)
    Beijo grande, Fernandez.

    ResponderExcluir
  5. Qdo leio as poesias da Cora fico lembrando do que senti qdo li sua biografia..
    uma mulher simples..mas dotadas de tanta sensibilidade e sabedoria..
    lindo Rose..
    parabéns

    ResponderExcluir
  6. Olá amiga Rose, esta poesia de Cora Coralina dá uma excelente reflexão. Passamos por muitas coisas e devemos colocar uma pedra em cima de tudo isso.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Belo blog, parabéns! Entontrei ele no Blogblogs, estou seguindo por lá (se eu conseguir fazer isso, sou novo no Blogblogs). Tenho um blog de fotografia, talvez possa te interessar: http://galeriaeduardofonseca.blogspot.com

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  8. Tudo lindo, Rose... ótima escolha de texto e o artesanato nas pedras (também já fiz...)

    bjs

    ResponderExcluir
  9. gostei da criatividade com as pedras!!!
    parabéns!!!

    ResponderExcluir

Não estamos aceitando comentários anônimos

Visite- Mira Fotos

Seguidores

Faça parte deste jardim